Publicado por: geovankubalc | 27 de Abril de 2010

“Vem e segue-me”

gkuba@legionaries.org

“Vem e segue-me!” (Lc 18, 22). “Senhor, eis me aqui!” Esta é a resposta que sai de um coração generoso que escuta o chamado de Deus à vocação sacerdotal ou religiosa.

Eu sacerdote? Uma pergunta raramente feita pelos jovens de hoje a causa da nossa falta de comunicação com Deus. E muitos daqueles que chegam a fazê-la não sabem como responder. Deus não convida qualquer um para segui-Lo, mas somente aquele que tem um coração generoso e disposto a amar sem limites todas as pessoas. Quem possui a mente limpa e os ouvidos atentos para escutar o que Cristo lhe quer falar é o candidato ideal para receber o convite de Deus: “Vem e segue-me.”

“No outro dia, Jesus quis partir para a Galileia. Encontrou Felipe e lhe disse: Segue-me” (Jo 1, 43). Que difícil é deixar tudo o que tenho: casa, pai e mãe, uma família e todos os meus planos para o futuro! Tudo, deixar tudo o que tenho para ganhar o que ainda não tenho: a amizade íntima com Deus.

“Recebereis cem vezes mais nesta vida e, na outra, a vida eterna” (Mt 19, 29). Deus nunca se deixa ganhar em generosidade. Se eu der a minha vida, Ele me dará Seu amor de predileção. Somos capazes de deixar nosso mundo para ganhar outro Eterno? Certamente por nossas próprias forças não conseguiremos segui-Lo deixando tudo o que este mundo nos oferece. No entanto, se Ele me chama, posso ter a certeza de que também me dará as forças que eu preciso. Quantos jovens, em meio da tantas riquezas e comodidades encontram o valor e a coragem para seguir a Cristo graças às forças recebidas Dele.

Este ano celebramos o ano sacerdotal. Isso não significa somente pedir em minhas orações pelos sacerdotes para que sejam fiéis. Devo ir mais longe. Rezar pelos seminaristas para que Deus os ilumine e sejam santos sacerdotes. Que possam descobrir verdadeiramente a beleza desta maravilhosa vocação. Rezar para que a Igreja tenha mais jovens que sigam o caminho sacerdotal como o Papa nos pede. E, principalmente, procurar falar positivamente do sacerdócio para suscitar nos jovens este interesse. Convidá-los a fazer esta experiência.

Hoje, mais do que nunca, a Igreja necessita santos pastores para guiar este rebanho sedento de Deus. Existem muitos lobos que desejam devorar a quem se deixa. Fazem isso, inclusive, usando o nome de Deus. Não podemos deixar que este mundo morra por falta de Cristo, por falta de Amor.

“Orai ao Dono da messe, para que mande operários à Sua messe” (Mt 9, 38). A adultos, jovens e crianças, a todos chega este convite de Cristo que o Papa nos recorda este ano. Se eu amo Cristo não posso deixar isso passar em branco.

Se Ele hoje tocar à nossa porta, qual será nossa resposta?

Vem e segue-me!

Senhor eis me aqui!

Vença o mal com o bem!


Responses

  1. Já vai longe o tempo em que uma familia alegrava-se, feliz por ter em seu seio um sacerdote, ou uma religiosa, inteiramente consagrados ao Senhor. Os tempos são outros, tempo no qual ser sacerdote é coisa vista como ruim.
    O Senhor do rebanho e pastor da messe nunca deixou de chamar aqueles que escolheu para o serviço em seus campos, ocorre que hoje os ouvidos estão moucos para o Eterno e muito abertos e atentos para o tempo.
    Quando a familia reune-se e põe-se a orar pelas vocações, na maioria das vezes
    pede pelos filhos dos outros, nunca pelos seus.
    É necessário e urgente que se ore para que surjam novos trabalhadores que sem medo, ponham-se a trabalhar nos campos do Senhor de todos os campos. Necessitamo-los.
    Se não houver o sacerdote, quem consagrará os dons que de graça recebemos e gratuitamene são-nos oferecidos? Através de quais mãos acontecerá o milagre da trans-substanciação onde o pão da oferenda transforma-se em carne e o vinho em verdadeiro sangue para alimentar nosso espírito e tirar-nos os nossos tantos pecados e lavar-nos de nossas impurezas? Se nos faltarem sacerdotes ficaremos sem mãos para abençoar-nos, pois quando essas mãos se levantam e traçam o sinal da cruz para despedir-nos ao final da missa, quando se erguem e abençoa-nos absolvendo-nos do pecado arrependido e chorado, quando impõem essas mesmas mãos sobre nós durante uma oração, é o próprio Cristo que ali está abençondo-nos, absolvendo-nos, e sobretudo amando-nos. E não há amor maior que aquele que, impelido pela força do Espírito Santo, deixa toda a sua familia para tornar-se pai de muitos filhos, abandona o conforto que muitas e muitas vezes os bens materiais proporcionam, para adquirir um bem ainda maior, que a ferrugem não corroe e as traças não devoram. Grande tesouro, que está à disposição de todos, mas para ser adquirido exige renúncia de si mesmo, para viver com, por e pelo irmão, e vivendo assim, passar a viver como Paulo de Tarso: – EM Cristo, irmão primogênito do gênero humano.
    Que não rezemos para o Senhor enviar vocações sacerdotais apenas este ano, mas para que as envie todos os anos.

  2. É muito bom ser chamado porque isso implica que alguém precisa de nós, que tem interesse em nós. O Cristo nos chama todos os dias, das mais diversas formas. Nos chama quando à nossa porta bate um irmão marginalizado, sofrido; nos chama quando da leitura de algum texto bíblico que parece nos dizer: é com você mesmo que estou falando… Nos chama na dor, nos chama na alegria e infelizmente na maioria das vezes estamos tão envolvidos em nossa pequenez que não o ouvimos. Que abramos mais os nossos ouvidos e atendamos ao Cristo. Paz em Cristo!

  3. É uma grande graça um humano ser chamado assim por Jesus, e mas ainda é o próprio ouvir, a vida hoje está muito corrida para todos, buscamos o futuro vivemos o passado e esquecemos o principal o PRESENTE, mas é assim mesmo, pois a porta q leva à salvação é estreita.
    Por isto devemos na nossa miséria pedir misericórdia e pela graça do Senhor a graça de ouvi-lo, pois é o primeiro mandamento, devemos pedir ao Espírito Santo sabedoria para poder enxergar quando Jesus nos chama, onde Jesus nos chama, e em quem Jesus chama…
    Devemos pedir sabedoria para não julgar nossos irmãos q estao no momento adormecidos, e sim rezar por eles, interceder por eles…
    Devemos pedir fortaleza , para q sejamos dignos a entender q as batalhas não são contra a carne , e sim contra o espírito do mal…
    Devemos pedir ao pai q possamos olhar com seus olhos, amar com seu coração ao nosso próximo.
    Somos miseráveis pecadores , mas lutamos pela nossa salvação.
    Temos q pedir fé!
    Para q os q são chamados possam ouvir o chamado na hora certa e seguir nosso Pai!
    Abraços fraternos
    Deus esteja com todos!!!


Categorias

%d bloggers like this: