Publicado por: edivniojos | 28 de Janeiro de 2010

Elogio da Crise

Ei! Psiu! Meu nome é Crise…

Permitam-me que mim apresente, sou Oriunda do latim, que significo vento. Indico, assim, um estágio de alternância, no qual uma vez transcorrido diferencia-se do que costumava ser. Não existe possibilidade de retorno aos antigos padrões.

A Psicologia me define como uma fase de perda, ou uma fase de substituições rápidas, em que se pode colocar em questão o equilíbrio da pessoa. Torna-se, então, muito importante a atitude e o comportamento da pessoa em fase de momentos como este. Por isso, aconselho ser fundamental a forma como me experimentam, subjetivamente.

Gosto que me chamem de crisol, vem de acrisolar, ou seja, purificar, limpar, fazer aparecer o brilho escondido. Não gosto quando me vêem como uma pessoa má, culpada por tudo que acontece na sociedade.

Às vezes eu mesmo entro em crise quando me criticam por tudo sem me conhecer, confesso que fico com peso de consciência. Neste tempo os intelectuais falam muito de mim, já não agüento mais… Crise da economia, crise da política, crise do religioso, crise da família, crise do social e a crise da pessoa.

Mas poucos sabem que sou vista, de igual modo, como uma ocasião de crescimento. Eu conduzo a um desenvolvimento, à criação de novos equilíbrios, ao reforço da pessoa e da sua capacidade de reação a situações menos agradáveis.

Percebo que a dinâmica das mudanças é uma necessidade. Faço as pessoas perceberem que viverem atualizadas é uma questão de sobrevivência e uma maneira de visualizar melhor o futuro, já que os novos tempos exigem uma nova postura de pensamento. Existe um mundo que está acabando e outro que está começando e as pessoas, naturalmente, costumam lidar com isso de maneira defensiva, com temor ou rejeição, na maioria das vezes.

Mesmo pessoas mais esclarecidas e atualizadas revelam-se surpresas com as mudanças sociais, políticas, econômicas, tecnológicas, culturais, ecológicas, etc., que acontecem ao longo da vida. Essas transformações fazem com que a vida não seja um caminho linear em que as pessoas percorram livres e desimpedidas.

E agora! Já me conhece? Foi um prazer conversar com Você. Visite-me! Vou gosta muito da sua companhia… Um Forte abraça de sua amiga crise!


Categorias

%d bloggers like this: