Publicado por: mir2009 | 31 de Dezembro de 2009

Notícias da Igreja

Família é ícone de Deus, indica o Papa

Durante a recitação do Angelus deste domingo, 27, o Papa Bento XVI afirmou que a família humana é ícone da Santíssima Trindade. Neste dia, a Igreja celebra a Festa da Sagrada Família.

“Deus escolheu revelar-se nascendo em uma família humana e, por isso, a família humana se tornou ícone de Deus! Deus é Trindade, é comunhão de amor, e a família, mesmo com toda a diferença entre o mistério divino e a criatura humana, é uma expressão que reflete o mistério insondável do Deus amor”.

Nesse sentido, Bento XVI também apontou qual seria a verdadeira educação cristã: “é o resultado de uma colaboração próxima entre os educadores e Deus”, destacou. O Pontífice também disse que as famílias não podem considerar os filhos como propriedade particular, e sim ajudar na realização dos desígnios de Deus.

“A família cristã está ciente de que os filhos são um dom e um plano de Deus. Portanto, não podem considerá-los como propriedade sua, mas, servindo aos planos de Deus, é chamada para educá-los na maior liberdade, que é própria daquele que diz ‘sim’ a Deus para fazer Sua vontade”, destacou.

Ao comentar o Evangelho de São Lucas, que narra a perda e encontro de Jesus no Templo, o Papa destacou de onde surgiu a decisão de Jesus em permanecer no Templo. “De onde tinha ouvido Jesus sobre o amor pelas ‘coisas’ do Pai? Certamente, como Filho, teve um conhecimento íntimo de Deus, uma profunda relação pessoal, permanente com seu pai, mas na sua cultura concreta certamente aprendeu a oração, o amor ao Templo e às instituições de Israel com seus pais”.

Ao final da oração, o Papa se dirigiu aos fiéis reunidos em Madri, capital espanhola, na festa da Sagrada Família. “Deus, vindo ao mundo no seio de uma família, manifesta que esta instituição é caminho seguro para encontrá-lo e conhecê-lo, bem como faz um chamamento permanente a trabalhar pela unidade de todos em torno do amor”.

Bento XVI concluiu suas reflexões afirmando que “um dos maiores serviços que os cristãos podemos prestar a nossos semelhantes é o testemunho serene e firme da família fundada no matrimônio entre um homem e uma mulher, salvaguardando-a e promovendo-a, pois ela é de suma importância para o presente e o futuro da humanidade. Com efeito, a família é a melhor escola para se aprender a viver aqueles valores que dignificam a pessoa e tornam grandes os povos”.

Papa almoça com pobres em Roma

No dia da festa da Sagrada Família, a presença de Bento XVI alegrou os pobres assistidos pela Comunidade de Sant’Egidio, em Roma. Às 13 horas do domingo passado, 27, o Pontífice almoçou na sede da Comunidade, localizada na Via Dandolo, n. 10, no bairro romano Trastevere.

Após a sua chegada, o Papa foi recebido por membros da Comunidade e pelo fundador, Andrea Riccardi, bem como pelo vice-regente da Diocese de Roma, Dom Luigi Moretti, e pelo bispo de Terni-Narni-Amelia, Dom Vincenzo Paglia.

Antes do almoço, o Papa recitou a oração de bênção, recebeu as boas-vindas de Riccardi e se sentou à mesa com alguns pobres. Antes de oferecer o bolo para todos os convidados, o Santo Padre dirigiu aos presentes algumas palavras. Algumas crianças entoaram uma canção de natal e o Papa as cumprimentou e lhes deu alguns brinquedos.

Por fim, o Santo Padre se reuniu, em uma sala contígua, com um grupo de trinta estrangeiros que estudam italiano e, antes de retornar ao Vaticano, saudou os membros da Comunidade.

Fonte: cancaonova.com


Categorias

%d bloggers like this: